25 C
Belém
segunda-feira, julho 22, 2024
Descrição da imagem

Regularização do título eleitoral pode ser feita até hoje

Date:

Descrição da imagem

Faltando um dia para o fim do prazo para tirar ou regularizar o título, que se encerra hoje (8), centenas de eleitores formaram ontem uma longa fila no entorno da Central de Atendimento ao Eleitor – CAE, na travessa Pirajá, no bairro da Pedreira, em Belém.

A movimentação começou antes mesmo do horário de expediente no posto de atendimento, às 8h. O coordenador do núcleo de atendimento ao eleitor, Zilomar Pereira, explica que os atendimentos são feitos através de agendamento prévio, mas por conta do aumento da demanda e a proximidade do prazo final para regularização junto a Justiça Eleitoral, foi aberta uma exceção para atender sem a necessidade de agendamento.

NOTÍCIAS RELACIONADAS:

Sabe quais documentos são exibidos para tirar o título?Título eleitoral: veja respostas para as principais dúvidasQuantos vereadores são eleitos por cidade no Brasil?

“O nosso posto, teoricamente, seria só agendado. A livre demanda é no Mangueirinho, mas a gente percebe que a população acaba vindo para cá. O Mangueirinho, ele está com uma estrutura muito maior, com mais guichês do que a nossa. Só que acabamos atendendo, sem agendamento prévio, como forma de reduzir o número de eleitores que se encontram em situação irregular perante a Justiça Eleitoral. Mas a nossa prioridade é para os agendamentos e os eleitores prioritários”, esclarece. “Para o último dia, a gente prevê uma faixa de 3 mil emissões de títulos de eleitor”, acrescenta.



Zilomar Pereira recomenda que os eleitores procedam a regularização o quanto antes para que evitem problemas com a Justiça Eleitoral. “A gente tem atendido durante o ano muita gente daqui do bairro e de bairros próximos, como o Marco, Pedreira, Sacramenta, até o Telégrafo, mas aquela grande demanda, do Tenoné, Marambaia e Parque Verde podem estar indo para o Mangueirinho. A gente reforça que o Mangueirinho tem uma estrutura maior, tanto como espaço físico, como de acomodação para o eleitor do que aqui. Então a gente recomenda que esse eleitor que não tiver agendado, preferencialmente vá para o Mangueirinho, por conta de um número maior de guichês”, completa.

Quer ler mais notícias sobre eleições? Acesse o nosso canal no WhatsApp!

O coordenador do núcleo de atendimento também ressalta que em alguns casos o eleitor pode resolver sua demanda pela internet. “O cidadão ou cidadã que está tentando tirar seu título pela primeira vez, necessariamente tem que vir no atendimento presencial, porque depende da coleta biométrica que só é feita aqui”, disse.

Paulo Laercio, de 61 anos, que foi ao posto da Pirajá regularizar a situação de seu título, precisou esperar cerca de meia hora até concluir o atendimento. “Eu precisava fazer minha biometria, ainda não tinha feito. Como moro aqui próximo, resolvi vir aqui. Eu não tinha agendado, mas não demorou muito o atendimento. O importante que vou voltar pra casa com o título de eleitor em dia”.

A estudante Ana Clara Gomes da Silva, de 18 anos, também não encontrou tantos problemas. Ela está tirando o título de eleitor pela primeira vez. Apesar de ter enfrentado uma fila gigante, encontrou um atendimento organizado e saiu meia hora depois com sua situação regularizada. “Não demorei muito para ser atendida, pensei que iria demorar mais. A fila, quando cheguei, estava gigante. Mas apesar disso, a fila andou, foi bem rápido. Em meia hora já estava saindo com o título na mão. Estava organizado, tanto que tinha fila para quem agendou e para quem não agendou. Não tinha agendado, mas não tive nenhum problema”, disse.

SERVIÇO

O prazo para regularizar a situação eleitoral vai até esta quarta-feira (8), às 17h. Até essa data, é possível tirar o título de eleitor, mudar o local de votação, solicitar uma seção eleitoral com acessibilidade, entre outros.

Tanto no atendimento presencial quanto on-line, é necessário ter em mãos a seguinte documentação: documento oficial de identidade com foto (frente e verso); comprovante de residência emitido há no mínimo 3 meses e no máximo 12 meses; e comprovante de pagamento de débito com a Justiça Eleitoral (caso haja).

No caso dos homens nascidos em 2005, também é preciso apresentar comprovante de quitação do serviço militar.

Para mais informações, o TRE do Pará conta com o Disque Eleitor, que atende no número 148, de segunda a sexta-feira, em dias úteis, das 8 às 17h. A ligação é gratuita. O Tribunal também disponibiliza o serviço de assistente virtual (Bertha), por meio do WhatsApp, no número (91) 3346-8000.

Compartilhe

Descrição da imagem

Mais Acessadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Descrição da imagem