25 C
Belém
sexta-feira, junho 21, 2024
Descrição da imagem

Sonia Guajajara: “é hora da Amazônia falar pro mundo”

Date:

Descrição da imagem

A Ministra dos Povos Indígenas do Governo Lula, Sonia Guajajara (PSOL), esteve em Belém durante a comitiva da primeira visita do presidente da França, Emmanuel Macron, ao Brasil, onde participou da reunião bilateral entre os governos do Brasil e da França. Ela falou para os presentes durante a cerimônia de condecoração do líder indígena Raoni Metuktir

“O presidente Lula tem falado muito que agora é a hora da Amazônia falar pro mundo, e não do mundo falar pela Amazônia. Por isso é importante fazer essa COP aqui, para sentir esse calor. E de fato o povo sentir que o mundo está esquentando, e que a gente precisa de medidas urgentes”, disse.

A ministra, que foi candidata à vice-presidência em 2018 e foi eleita deputada federal em 2022, agradeceu ao presidente Lula e ao governo federal pela atenção às lideranças indígenas no país, e por garantir que os povos indígenas possam participar das decisões de governo, tanto com a sua nomeação, quanto com a de Joenia Wapichana, presidente da Fundação Nacional dos Povos Indígenas (FUNAI).

Conteúdo relacionado

Sustentabilidade e biotecnomia são pautas de Lula e MacronLula e Macron desembarcam em Belém e vão à Ilha do Combu

De acordo com ela, a proteção às florestas é também a proteção aos povos indígenas. “A gente precisa não só mais de acordos, mas de implementar os acordos. De que os países que tenham mais condições possam ajudar o Brasil. Possam ajudar a proteger essas florestas”.

A ministra também rebateu acusações de que o governo brasileiro estaria “vendendo” a Amazônia. “A gente não tá aqui negociando a Amazônia, de forma alguma. A Amazônia é um lugar que precisa ser olhado, ser visto e ser protegido pelo mundo inteiro”. 

Ela agradeceu também a presença do presidente francês, Emmanuel Macron, e disse esperar que a visita dele seja um exemplo para outros chefes de estado.

Quer ver mais notícias do Pará? Acesse nosso canal no WhatsApp

“O que nós estamos fazendo hoje é uma valorização da nossa identidade. É um reconhecimento dos nossos valores indígenas para a posteridade. É lutar hoje, no presente, para garantir o futuro. E o mundo precisa reconhecer isso. O papel dos povos indígenas e dos territórios indígenas para o Brasil e para o mundo”, concluiu.

Ela também parabenizou a condecoração de Raoni.

A cerimônia foi transmitida no YouTube do Governo Federal, e pode ser assistida aqui:

Compartilhe

Descrição da imagem

Mais Acessadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Descrição da imagem