9.9 C
Londres
segunda-feira, abril 15, 2024
Descrição da imagem

Professora paraense apresentará palestra em Havard

Date:

Descrição da imagem

A Brazil Conference at Harvard & MIT é um evento anual realizado desde 2015 pela comunidade brasileira de estudantes na região de Boston. O conceito surgiu em 2014, quando estudantes brasileiros de graduação fundaram um pequeno evento para celebrar os 30 anos de democracia no Brasil, mas logo ganhou destaque na imprensa, sendo apelidado de “Davos Brasileira”.

Desde então, nossa missão é atrair cada vez mais atenção global para o nosso país, impulsionar o desenvolvimento do Brasil por meio da inovação, discussões impactantes e colaboração.

E, neste mês de abril, acontecerá a 10ª edição da Brazil Conference em Havard. O evento acontecerá nos dias 06 e 07 deste mês e poderá ser assistido por meio da transmissão ao vivo pelo canal Brazil Conference no Youtube.

A ponte aérea Amazônia / Boston está com data marcada para acontecer. Lília Melo, renomada professora da Secretaria de Educação do Estado do Pará (SEDUC), será uma das palestrantes na edição 2024 do Brazil Conference at Harvard and MIT, um dos eventos mais prestigiados do mundo acadêmico.

A professora paraense foi selecionada entre profissionais de todo país para representar o Brasil, falando sobre a realidade educacional na Amazônia, principalmente nas periferias, onde Lília atua como professora e ativista de causas sociais importantes.

Reconhecida nacional e internacionalmente por suas contribuições na educação, a professora Lília Melo recebeu o convite das duas maiores universidades do mundo, no início deste ano, para compartilhar sua trajetória e socializar suas reflexões sobre o cenário da educação brasileira e estará representando o Brasil ao lado de Ivete Sangalo e a Ministra da Cultura, Margareth Menezes, bem como outros nomes de expressão de diversas áreas de atuação no país.

VEJA TAMBÉM:

Professora paraense é indicada a prêmio mundialProfessores do Pará podem ter o maior salário do paísEnsino de Libras ajuda surdos na inclusão socialDia da Síndrome de Down reforça a necessidade da inclusão

O evento reunirá pesquisadores, líderes e ativistas de todo o mundo para discutir questões-chave relacionadas ao Brasil. A presença da professora na conferência destaca-se como um marco significativo, evidenciando o reconhecimento de seu trabalho e sua voz que reverbera uma atuação inovadora no cenário educacional.

“Participar da Brazil Conference at Harvard and MIT é garantir a representatividade de um segmento que pouco esteve presente em eventos como esses”, afirma Melo. “Estou feliz e me sinto grata de compartilhar minhas experiências e contribuir para discussões significativas sobre o futuro da educação no Brasil”, comentou a professora que já está de malas prontas.

A participação de Lília Melo na Brazil Conference at Harvard and MIT representa não apenas um reconhecimento de suas realizações, mas também uma oportunidade única para elevar o debate sobre a educação brasileira para uma audiência global. Sua presença promete enriquecer as discussões e inspirar futuras iniciativas para aprimorar o sistema educacional do país.

TRAJETÓRIA DE SUCESSO:

Em 2018, a Professora de Língua Portuguesa, conquistou o prêmio nacional “Professores do Brasil”, do Ministério da Educação, após criar o projeto “Juventude Negra Periférica – Do Extermínio ao Protagonismo”, com jovens do bairro Terra Firme, em Belém, no Pará. A professora Lilia Melo, é amazônida, indígena e a primeira mulher do norte a representar sua categoria no Global Teacher Prize, mais conhecido como Nobel da educação, fazendo a diferença, principalmente para a juventude que a cercava. O projeto de Lilia nasceu após uma chacina que havia ocorrido no bairro da Terra Firme em 2015, por isso, decidiu incentivar os jovens a falarem de sua identidade e seu cotidiano por meio da produção de filmes e documentários, além de desenvolver núcleos de teatro, dança e arte visual, a professora viu seu projeto se formando naquele cenário.

Após isso, outra ação repercutiu em Belém, em 2018, viralizando na internet uma campanha para levar alunos a uma sessão do filme “Pantera negra”, que serviu mais do que proporcionar uma experiência diferente e inspiradora para estudantes da periferia de Belém: chamou atenção para o valioso trabalho da professora Lília Melo em uma região que enfrenta barreiras de vários tipos para manter os jovens na escola.

Lilia cria então o projeto Cine TF, que nasce no cotidiano dos estudantes, que produzem conteúdos culturais e audiovisuais da realidade onde estão inseridos, levando esperança, valorizando a identidade afro, indígena, ribeirinha, além da aprendizagem e reconhecimento deles, desconstruindo a ideia de que a juventude da periferia é sempre alvo do crime. O reconhecimento de tanto esforço é uma vitória para a professora paraense que sempre esteve na luta para fazer da sala de aula uma revolução para seus alunos, é de lá que nasce a força para fazer a mudança de cada criança e jovem que passam pela sua vida. “É muito importante estar ali, uma professora da Amazônia dentre os melhores professores do mundo, com um projeto que mudou a realidade de muitas crianças e jovens da periferia”, diz a professora.

Hoje, ela está dentro do top 50 melhores professores espalhados pelo mundo, e automaticamente se torna embaixadora da educação Global pela Varkey Fundation, que tem um projeto junto a Unesco, para fazer um planejamento global de educação e produção de um livro onde em desses capítulos terá o projeto de Lilia “Terra-Firme: juventude negra periférica, do extermínio ao protagonismo”.

Para mais informações sobre a Brazil Conference at Harvard and MIT, visite brazilconference.org.

Descrição da imagem

Compartilhe

Descrição da imagem

Mais Acessadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here