26 C
Belém
segunda-feira, julho 22, 2024
Descrição da imagem

Prefeitura de Ananindeua faz limpeza, mas deixa lixo na rua

Date:

Descrição da imagem

O problema do lixo se tornou um assunto comum em Ananindeua, município da Grande Belém. O descaso da gestão atual do prefeito Daniel Santos com o saneamento e a limpeza pública tem tirado a paciência dos moradores da cidade com os muitos pontos de acúmulo de resíduos e sujeira em toda a cidade.

Moradores do Residencial Jardim Ananindeua, no bairro Centro, denunciam que a própria prefeitura abandonou montes de lixo ao longo da rua principal do conjunto. Um serviço de limpeza urbana e roçagem foi feito, mas a coleta do material foi esquecida pelas autoridades.

CONTEÚDO RELACIONADO:

Ananindeua tomada pelo lixo. Veja os pontos mais críticosDescaso total: ruas de Ananindeua estão tomadas de lixo

Para piorar, após o lixo ser deixado às margens da rua, o tráfego de veículos e de pessoas ficou prejudicado, visto que o espaço deixado para circulação foi reduzido. “É horrível. As pessoas precisam ir para o meio da rua para andar e os carros só conseguem passar um por vez, praticamente”, declarou Josiane Carvalho, moradora do conjunto.

O serviço teria sido realizado há mais de duas semanas, mas, até então, somente uma parte de todo o lixo foi retirada e há dias não se vê nenhum funcionário ou veículo da Prefeitura de Ananindeua no local para finalizar a limpeza.



Quer mais notícias do Pará? Acesse nosso canal no WhatsApp!

Com o acúmulo de lixo às margens da rua e próximo à praça do residencial, alguns moradores e carroceiros também passaram a despejar entulho, restos de móveis e de construção nas áreas, deixando o cenário ainda pior.

“Nesses quase 40 anos que eu moro aqui, nunca vi tanto lixo acumulado na rua. É uma situação de abandono total que a gente vive. O mato que cortaram já está nascendo de novo e ninguém vem tirar o lixo que a própria prefeitura deixou”, desabafou Maria das Graças, de 74 anos, uma das moradoras mais antigas do residencial.

Para grande parte dos moradores, o medo é que o acúmulo de lixo persista e se torne uma dor de cabeça ainda maior, com a disseminação de pragas, como ratos e baratas, e a possível proliferação de criadouros para o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya.



O DOL entrou em contato com a Prefeitura de Ananindeua e aguarda um posicionamento oficial da administração municipal sobre a situação vivida pelos moradores do Residencial Jardim Ananindeua.

Compartilhe

Descrição da imagem

Mais Acessadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Descrição da imagem