9.1 C
Londres
segunda-feira, abril 15, 2024
Descrição da imagem

Paraense é destaque em empreendedorismo feminino em Brasília

Date:

Descrição da imagem

O Projeto Sebrae Delas é uma iniciativa do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) voltada para o empreendedorismo feminino. O objetivo do projeto é promover a capacitação, o desenvolvimento e o apoio às mulheres empreendedoras, oferecendo ferramentas, orientações e oportunidades para que elas possam iniciar ou expandir seus negócios de forma sustentável.

Por meio de cursos, palestras, workshops, mentorias e outras atividades, o Sebrae Delas busca fortalecer o papel das mulheres no mundo dos negócios, estimulando a criação de redes de apoio, o compartilhamento de experiências e o acesso a recursos e informações relevantes para o sucesso empresarial.

A empresária paraense Luciana Athayde, do município de Igarapé-Açu, região nordeste do estado, teve sua história em destaque no Encontro Anual do Projeto Sebrae Delas, criado para fomentar o empreendedorismo feminino, ocorrido nesta quarta-feira (20), em Brasília. Luciana foi convidada para uma roda de conversa durante o evento, que marcou o pré-lançamento do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios (PSMN).

Conteúdos relacionados:

Educação: Pará vai aderir ao programa Pé-de-MeiaTCM e FNDE lançam projeto para a educação no MarajóJornada Amazônia lança programa para incentivo de Startups

A empresária foi escolhida por ter vencido o PSMN em nível nacional, na edição 2023, na categoria Produtora Rural. “Esse é mais um resultado positivo de eu ter participado da premiação, que tem aberto muitas portas para o meu negócio”, acredita. 

A Tolú Orgânicos foi criada em 2009. A empresa da engenheira agrônoma comercializa cestas de alimentos regenerativos e toda a produção utiliza resíduos orgânicos gerados no comércio local. O negócio também inclui a produção e comercialização de chocolate orgânico, que não contém glúten e leite e que respeita toda a cadeia produtiva, da planta à fabricação da barra que vai ao mercado. A principal matéria-prima, o cacau, é produzida em sistema agroflorestal, de forma sustentável.

Atualmente, o principal mercado consumidor da empresa é o nacional. “Nós estamos inseridos no circuito de feiras, promovido pelo Chocolat Festival, que leva os produtos a consumidores do Brasil e da Europa”, explica Luciana.

“Há dois aspectos muito importantes na participação da Luciana no evento: dar visibilidade a negócios criados e desenvolvidos na região amazônica e, principalmente, a mulheres que empreendem no campo, que enfrentam dificuldades mais desafiadoras, quem envolvem, entre outras questões, as de logísticas, climáticas e acesso à internet”, destaca a gestora no Pará do Projeto Sebrae Delas e do PSMN, Isabelle Eleres.

Quer ler mais notícias do Pará? Acesse nosso canal no Whatsapp 

Luciana dividiu o palco outras duas mulheres empreendedoras que se destacam em seus segmentos: Duda Frankling, neurocientista e cofundadora da Orby, uma empresa do ramo da tecnologia; e a empreendedora social Andrea Schwarz, da Igual Inclusão e Diversidade. O momento foi conduzido pela diretora de administração e finanças do Sebrae Nacional, Margarete Coelho.

Apoio às empreendedoras

Durante o evento, houve a formalização de parcerias com o governo federal para a realização de com ações voltadas para mulheres, por meio do Ministério das Mulheres, e renovação de acordo com a Maurício de Sousa Produções, para a edição de cartilhas da Turma da Mônica debatendo temas voltados para o empreendedorismo, com foco em inclusão e diversidade.

Descrição da imagem

Compartilhe

Descrição da imagem

Mais Acessadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here