12 C
Londres
sexta-feira, abril 19, 2024
Descrição da imagem

Dia do Meteorologista: profissão é fundamental na sociedade

Date:

Descrição da imagem

Meteorologia é uma ciência do ramo da geofísica que estuda, analisa e compreende a atmosfera e os sistemas e fenômenos atmosféricos. Neste sábado (23) foi comemorado o Dia Mundial da Meteorologia, atividade vem alcançando importância cada vez maior na sociedade global nos últimos anos em razão das constantes mudanças nos padrões de temperatura e clima, que vêm transformando significativamente os padrões de vida do planeta.

Nesse contexto, o meteorologista tem grande importância no apoio e definição de atividades humanas, econômicas e ambientais, na medida em que estuda, interpreta e divulga as características e o funcionamento da atmosfera. A meteorologia pode ser subdividida em algumas áreas de atuação, com destaque para s observações e previsões de tempo e clima, o comportamento das variáveis meteorológicas (vento, chuva, pressão atmosférica, temperaturas do ar e do solo, umidade e radiação), assim como os demais processos atmosféricos, se destacam nessa gama de atividades e respondem várias questões intrínsecas ao meio ambiente.

“A meteorologia auxilia de forma decisiva no planejamento estratégico de diferentes atividades, como a agricultura, mineração, construção civil, abastecimento urbano de água (gestão de recursos hídricos), navegação marítima e aérea, turismo, e no contexto das mudanças e variabilidade climática, tem atuação decisiva nas ações de defesa civil com foco na mitigação e adaptação aos eventos extremos e desastres naturais”, destaca Antônio Sousa, coordenador do Núcleo de Monitoramento Hidrometeorológico da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas).

conteúdos relacionados

Mesmo com chuvas fortes, calor deve predominar no ParáMoradores de Belém temem mais alagamentos

A área de meteorologia da Semas atua em atividades de apoio em várias ações da agenda ambiental das políticas públicas do estado, como mudanças climáticas, gestão florestal, e recursos hídricos através do Núcleo de Monitoramento Hidrometeorológico (NMH), com uma Sala de Situação para o Monitoramento de Tempo, Clima e Eventos Extremos Hidrometeorológicos. Nesse setor são emitidos boletins de previsão do tempo, previsão climática, monitoramento hidrológico e previsão de nível dos principais rios do estado, monitoramento da qualidade da água dos corpos hídricos no estado do Pará, além das redes de hidrometria.

“Cabe ainda ao núcleo desenvolver o Programa Monitor de Secas e o monitoramento quantitativo dos focos de calor (queimadas) no Estado. Todos os produtos são enviados para instituições parceiras e disponibilizados no site da Semas e Portal Hidromet. Todas essas ações da secretaria têm grande importância nas diversas atividades desenvolvidas no estado e na gestão de desastres naturais como cheias, secas e chuvas intensas, entre outros”, revela o meteorologista da secretaria.

O NMH é diretamente ligado à Secretaria Adjunta de Gestão de Recursos Hídricos e Clima (SAGRH). O setor hoje conta com a colaboração de 28 servidores. Para desenvolver esse trabalho a secretaria trabalha com equipamentos automáticos como estações meteorológicas com transmissão via satélite em tempo real (de hora em hora), das variáveis meteorológicas (temperatura do ar, umidade relativa do ar, radiação solar, chuva, vento, pressão atmosférica e temperatura do solo), assim como também os equipamentos para determinação de qualidade da água (parâmetros físicos e químicos) com informações instantâneas.

DIAGNÓSTICO

Os estudos desempenhados pela meteorologia envolvem as investigações e enumerações de dados concernentes ao estado físico, químico e dinâmico da atmosfera, para diagnosticar as causas, os efeitos e o comportamento futuro desses elementos no processo de interação com a superfície terrestre.

Possuem uma ampla proximidade com a climatologia, que estuda e compreende as transformações climáticas da Terra no passado, no presente e no futuro. Da mesma forma que tempo e clima estão diretamente associados, essas duas áreas do conhecimento não podem ser vistas em separado.

Atualmente o nível de avanço dos elementos da meteorologia são cada vez maiores. Hoje é possível facilmente ter acesso a informações da atmosfera e à previsão do tempo quase que em tempo real, o que auxilia ações de planejamento individuais e institucionais, além de melhorar a qualidade de vida da população.

Pelo papel estratégico que desempenha hoje, a Semas foi convidada pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) para atuar na elaboração do Mapa do Monitor de Secas, e também na validação e como provedora de dados hidrometeorológicos para a geração de produtos destinados a oito estados das regiões Norte e Centro-Oeste.

Quer mais notícias sobre Pará? Acesse nosso canal no WhatsApp

A secretaria será autora de mapas de monitoramento de secas para as regiões Centro-Oeste e Norte, em área que abrange os estados do Acre, Amazonas, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Pará e Tocantins. Graças ao convite feito a Semas, o Pará assume papel de destaque nacional no monitoramento de secas, apoiando a melhoria do alerta precoce e a previsão desses fenômenos, e subsidiando a tomada de decisões e o planejamento de políticas nos âmbitos federal, estadual e municipal.

Descrição da imagem

Compartilhe

Descrição da imagem

Mais Acessadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here