26 C
Belém
segunda-feira, julho 22, 2024
Descrição da imagem

Bengui: a vida no segundo bairro mais populoso

Date:

Descrição da imagem

Com 275.689 habitantes e 108.043 domicílios, o Bengui é o segundo bairro mais populoso da capital paraense, segundo o Censo 2022 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O bairro periférico carinhosamente chamado de ‘bengola’, por moradores antigos ou recém-chegados, abriga uma média de 3,10 pessoas morando em domicílios.

Mesmo que por muito tempo tenha sido visto por olhares estereotipados, seja pela violência ou falta de estrutura, o fato é que o bairro passou por mudanças que vão desde a construção de shopping center, inauguração de avenida como a Padre Secchi, à construção do complexo multi-cultural e esportivo UsiPaz, do Governo do Estado. Assim, alguns moradores vislumbram ainda mais melhorias no futuro para o fortalecimento da comunidade e suas histórias.


O feirante Elias dos Santos, 42 anos, nasceu e se criou no bairro e hoje ganha a vida na rua Betânia, onde trabalha vendendo frutas e verduras. Segundo ele, nos últimos anos o Bengui passou por mudanças significativas que melhoraram a vida dos moradores, principalmente no tocante à segurança pública.

Conteúdos relacionados

Prefeitura de Ananindeua faz limpeza, mas deixa lixo na ruaAnanindeua espera há dois anos pelo complexo de saúde

“A segurança em transitar pelas ruas melhorou consideravelmente. Hoje em dia também vemos muitas viaturas no bairro, e isso ajuda a termos a sensação de segurança. É bom, né? Tanto para as pessoas que moram aqui e também trabalham no bairro, quanto para quem sai para trabalhar e volta tarde para a casa”, acrescenta.

COLETA

Para que as coisas continuem no mesmo ritmo, Elias ressalta que o serviço de coleta seletiva de lixo precisa ser mais frequente. Além disso, ele também pontua que as unidades de saúde do bairro precisam de atenção especial. “Sobre os postos de saúde, digo mais no sentido estrutural, falta médico, falta remédio. Então, isso seria um ponto a ser melhorado para as pessoas que tanto precisam dos serviços de saúde no bairro. E a coleta seletiva, é isso, ser mais frequente, estamos com muito lixo nas ruas”, destaca.

O comerciante Luiz Henrique, 56 anos, mora há 14 anos no bairro que lhe deu oportunidade de trabalho, como ele mesmo diz. “Aqui é bom, não é um lugar ruim. Melhorou muito!”, disse. Conhecido pela vizinhança, ele também comenta que as vias de acesso inauguradas facilitam ainda mais o trânsito de pessoas na área, estimulando o comércio local. Para ele, que também trabalha com alimentos, o que ainda precisa melhorar é a coleta seletiva. “Às vezes o lixo fica dias, semanas aí, causa mau cheiro, afasta os clientes. Para nós, que trabalhamos com alimentos, isso é um ponto muito importante. Isso seria um ponto a ser melhorado para a população do Bengui”, ressalta.

Quer saber mais notícias do Pará? Acesse nosso canal no Whatsapp

Compartilhe

Descrição da imagem

Mais Acessadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Descrição da imagem