14 C
Londres
segunda-feira, maio 20, 2024
Descrição da imagem

Zico encanta público em Belém com palestra sobre liderança

Date:

Descrição da imagem

Das 420 cadeiras do Teatro Maria Sylvia Nunes, poucas não estavam ocupadas na noite de ontem (29) para ver/torcer por Arthur Antunes Coimbra, o Zico, maior ídolo do clube mais popular do país e um dos jogadores mais comemorados de todos os tempos.Aos 71 anos, os tempos dos gramados vão longe desde sua despedida, em 1994, mas sua imagem continua indissociável da seleção e do Flamengo. Hoje, empresário e personalidade esportiva, ele empresta um pouco de sua experiência em uma palestra que vem percorrendo o Brasil desde o ano passado, a “Liderança Zico”, com exemplos de liderança dele e de contemporâneos para serem utilizados no mundo corporativo.CONTEÚDO RELACIONADOZico recebe camisa do Paysandu em visita a BelémÍdolo do Flamengo, Zico estará em Belém. Saiba o motivo!Trio do Flamengo pode igualar feitos de Zico ainda em 2024Na abertura, ele lembrou que a escola Zico 10, voltada para crianças, teve na unidade de Belém a com mais alunos matriculados em todo o país. “Estive várias vezes aqui, muito pela escola de futebol Zico 10, que teve em Belém a unidade com mais alunos matriculados no Brasil, 4 mil. Tivemos 60 mil crianças no Brasil todo fazendo futebol e sabemos que isso é fundamental como ferramenta de transformação social”.Quer saber mais notícias de esportes? Acesse nosso canal no WhatsApp.Parte dos que lotavam o espaço na Estação das Docas era de empresários e políticos em busca de palavras inspiradoras. Todos, em uníssono, eram flamenguistas. Muitos deles não se aguentaram quando o Galinho de Quintino subiu ao palco e aplaudiram e comemoraram como se estivesse entrando em um gramado. Ele falou sobre seus fundamentos técnicos, morais e psicológicos, e recebeu alguns convidados e fãs selecionados para autógrafos e fotos.EXEMPLOS DE LIDERANÇA NO FUTEBOLEntre os exemplos de liderança, Zico citou o ex-companheiro e depois treinador Paulo César Carpegiani, além de Telê Santana, para muitos o maior técnico brasileiro de todos os tempos.

“Ele (Carpegiani) me ajudou muito em campo e acabou até se tornando meu técnico. Ele foi um dos primeiros jogadores a me orientar, a dizer como é que eu tinha que me posicionar, como é que eu tinha que me preparar para enfrentar os adversários. Ele já notava que eu podia ter um sucesso dali para frente”.Sobre o Mestre Telê, as palavras não foram menos elogiosas. “Pra mim foi um dos melhores treinadores com quem trabalhei, com um senso de justiça com todas as pessoas com quem trabalhava. Muito respeitável, um pouquinho sisudo, fechado. No fundo ele quase sempre tinha razão daquilo que ele falava e fazia. Ele, como todos nós, errava, pelas coisas do futebol, mas em termos de justiça com os profissionais, eu acho que ele era fantástico”, finalizou Zico.E mais…Na plateia do teatro, alguns ex-jogadores estiveram presentes para prestigiar o ídolo Zico. Coordenador técnico do Paysandu, Vandick Lima teve a oportunidade de ser companheiro de elenco do Galinho na campanha vitoriosa da Copa União, em 1987. Ele lembrou da oportunidade de estar ao lado do ídolo. “O meu sonho de criança, quando eu ainda morava em Conceição do Coité (BA), não era nem jogar com o Zico, era conhecer o Zico. E Deus me deu a oportunidade de jogar com ele no Flamengo em 1987. Aí quando eu o conheci, além de ídolo, ele passou a ser para mim um exemplo de ser humano, de profissional”.Cria da base do Paysandu como volante, Charles Guerreiro virou lateral-direito na Gávea, ele lembrou de dois momentos com o ídolo. “Eu joguei contra o Zico na despedida dele, no Japão. Estava até comentando com ele lá hoje lá. Ele é um ser humano de caráter elevado. Depois de Pelé, é o Zico o maior jogador brasileiro de todos os tempos”, disse. “Quando terminou o meu contrato com o Flamengo, em 94, o Zico estava lá e falou que o clube deveria renovar comigo. Ele foi decisivo para isso”, completou Guerreiro.José Róbson do Nascimento, o Robgol, é de uma geração depois e acompanhou Zico como torcedor e o teve como inspiração. “O Zico é exemplo pra todos nós atletas e ex-atletas. E foi um exemplo a seguir desde criança. Eu nasci vendo o Zico jogar no Flamengo, na seleção brasileira. Esse cara que tem uma humildade, um caráter fora de série, não só foi um exemplo pra mim como atleta profissional, mas para muitos. Muitos jogadores têm o Zico como seu maior ídolo e eu não sou diferente, ele é o meu maior ídolo”.VEJA MAIS

Descrição da imagem

Compartilhe

Descrição da imagem

Mais Acessadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here