9.1 C
Londres
domingo, abril 14, 2024
Descrição da imagem

Veja como Paysandu, Remo, Tuna e Águia chegam às semifinais

Date:

Descrição da imagem

As semifinais do Campeonato Paraense 2024 começam nesta quarta-feira (27), com o jogo entre Águia de Marabá e Paysandu, no Zinho de Oliveira, às 20 horas. Na quinta (28), Tuna Luso e Clube do Remo se encontram no Mangueirão, em Belém, também às 20 horas.Os jogos da volta acontecem no final de semana. No sábado (30), o Papão recebe o Azulão Marabaense na Curuzu, às 17 horas, enquanto o Leão Azul pega a Águia Guerreira novamente no Mangueirão, às 17 horas de domingo (31).Quem tiver o melhor resultado no placar agregado avança para a grande final, que também será realizada em dois jogos, com o primeiro sendo disputado no dia 7 de abril e o outro no dia 14. Em 2023, a final foi feita por Remo e Águia, que levou a melhor e se tornou o campeão.Paysandu:Único invicto no Campeonato Paraense, o Paysandu não teve problemas na primeira fase e se classificou na liderança geral com 20 pontos. Além disso, o Papão possui a melhor defesa, com apenas três gols sofridos em 10 partidas disputadas.Nas quartas de final do Parazão, o Lobo passou sem problemas pelo Bragantino, ao vencer por 3 a 0 em Bragança e por 3 a 1 na Curuzu, somando 6 a 1 no agregado. O Paysandu possui 18 gols marcados e tem o segundo melhor ataque da competição.Além disso, os bicolores contam com o atacante Nicolas, artilheiro isolado do Campeonato Paraense com 9 gols em oito jogos. Na temporada, o Cavani da Amazônia tem 11 gols em 13 jogos. Em 2024, o Papão disputou 15 partidas, venceu 10, empatou três e perdeu duas, marcando 26 vezes e sofrendo 8 gols.Provável time: Matheus Nogueira; Edilson, Wanderson, Lucas Maia e Kevyn; João Vieira, Leandro Vilela e Robinho; Vinícius Leite, Jean Dias e Nicolas.

Clube do Remo:O Leão Azul não começou bem a temporada. Atuando abaixo do esperado, os azulinos viram o técnico Ricardo Catalá ser demitido e Ricardo Morínigo chegar para apagar o caos e colocar o Remo nos trilhos. Deu certo! Os remistas melhoraram e se classificaram em terceiro com 14 pontos.Nas quartas de final, o Filho da Glória e do Triunfo pegou o Santa Rosa e venceu os dois jogos sem dificuldades: 3 a 0 na ida e 2 a 0 na volta. Vaga garantida nas semifinais e, com o tropeço da Tuna, assumiu a vice-liderança geral com 20 pontos.Os azulinos possuem o melhor ataque, com 19 gols marcados ao lado da Águia do Souza. Além disso, o Leão tem a segunda melhor defesa com seis gols sofridos. O artilheiro do time na competição é o atacante Echaporã com três gols. Matheus Anjos e Marcelo Rangel também são destaques.Provável time: Marcelo Rangel; Thalys, Ligger, Jonilson e Nathan; Henrique Vigia, Jaderson, Matheus Anjos e Sillas; Echaporã e Ribamar (Ytalo).

Tuna Luso:A Tuna fez uma bela campanha na primeira fase e se classificou em segundo lugar com 16 pontos e invicta. No entanto, sofreu para passar do São Francisco nas quartas e a classificação às semifinais chegou após vitória nos pênaltis por 4 a 2, depois do 2 a 2 no agregado.A derrota na ida para o Leão Santareno acabou tirando a invencibilidade do técnico Júlio César, mas nada que acabasse com a confiança da Lusa, que ainda conta com o vice-artilheiro do Parazão, Jonathan Chula, que tem seis gols.O tropeço acabou custando a vice-liderança geral. Até aqui, a Tuna somou 19 pontos em 10 jogos, com cinco vitórias, quatro empates e uma derrota. Além disso, tem o melhor ataque, ao lado do Remo, com 19 gols. Lá atrás, a defesa sofreu 10 gols.Provável time: Iago Hass; Wander, Dedé, Marlon e Wesley; Renan, T. Bagagem, Germano; Jayme, Gabriel Furtado e Chula.

Águia de Marabá:Atual campeão paraense, o Azulão só pensa no bicampeonato. E, para isso, conta com o técnico Mathaus Sodré, que retornou ao clube após quatro rodadas da fase classificatória, tirou o time da zona de rebaixamento e terminou a primeira fase em quinto com 12 pontos.No Parazão são 10 confrontos, cinco vitórias, três empates e duas derrotas, com nove gols marcados e sete sofridos. O artilheiro da equipe no estadual é o atacante Braga, que tem quatro gols. O Azulão ainda conta com Iury Tanque, destaque da equipe desde que desembarcou no Zinho.Nas quartas de final, o Águia não teve problemas para passar pelo Caeté, quarto colocado na classificatória, e venceu os dois jogos: vencendo na ida e na volta pelo mesmo placar de 2 a 0. Agora, atenções voltadas ao Paysandu, rival que eliminou em 2023 também nas semifinais.Provável time: Axel; Bruno Limão, David, Betão e Alan Maia; Júnior Dindê, Hitalo, Fabiano e Soares; Braga e Iury Tanque.

Descrição da imagem

Compartilhe

Descrição da imagem

Mais Acessadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here