25 C
Belém
sexta-feira, julho 19, 2024
Descrição da imagem

Remo vence o Amazonas de virada e com um a menos no Baenão

Date:

Descrição da imagem

O Clube do Remo, mesmo com um jogador a menos durante todo o segundo tempo, venceu o Amazonas de virada por 2 a 1, na noite desta quarta-feira (20), no Baenão, em Belém, e largou na frente na partida de ida das quartas de final da Copa Verde. Echaporã e Ribamar marcaram pelo Leão, e Diego Torres fez para a Onça.No geral, o Filho da Glória e do Triunfo jogou bem, soube impor o ritmo de jogo e esteve muito bem na marcação, principalmente quando estava com um a menos em campo. Marcelo Rangel fez grandes defesas quando foi exigido.Confira como foi o Lance a Lance:Remo 2 x 1 Amazonas pela Copa VerdeO torcedor azulino não pode reclamar de vontade e raça dos jogadores, que mostraram uma grande obediência tática e foram praticamente perfeitos em todos os momentos. Até mesmo Nathan, que errou no gol do Amazonas, fez uma grande partida. 

 Primeiro Tempo:O Remo começou com tudo, dando as cartas e, logo com 2 minutos, após falta cobrada na área, Sillas desviou de cabeça e Edson Mardden fez grande defesa. Morínigo adiantava a marcação azulina e pressionava o Amazonas.Quando o Leão deixava a Onça Pintada sair do campo de defesa, percebia a zaga adiantada. Ribamar saiu de cara com o goleiro aos 10 minutos, mas o bandeirinha assinalou impedimento. O Remo era melhor e tinha o controle do começo do jogo.No entanto, aos 14 minutos, Nathan errou a saída de bola, Diego Torres recebeu, chutou, viu a bola desviar na zaga e ir para o fundo do barbante, na primeira chegada do Amazonas no gol azulino. O gol não desanimou a torcida, que fazia uma grande festa. 

 O Remo buscou se organizar após o gol. Porém, se precipitava nas tomadas de decisões e devolvia a posse de bola para o rival. O Leão começou a tentar ligações diretas, já que a zaga aurinegra seguia jogando adiantada.Aos 25 minutos, Matheus Anjos recebeu sozinho, nas costas da defesa, e tocou para Echaporã, também livre, empatar tudo no Baenão. Após o empate, o jogo se abriu e as equipes seguiam buscando propor o ritmo da partida. A pressão era grande. O Leão tentava cozinhar os minutos finais e o Amazonas ainda teve um escanteio no último minuto, uma cabeçada no ângulo e nova defesa de Marcelo Rangel, que garantiu a vitória do Leão Azul.  

 O tempo foi passando e o Remo se ligou que a zaga do Amazonas seguia adiantada. Aos 40 minutos, Henrique Vigia deixou Ribamar sozinho, cara a cara com o goleiro, e o camisa 9 não perdeu a oportunidade para virar o jogo. O Leão foi em vantagem para o intervalo.      

 Segundo Tempo:O jogo mal recomeçou e Echaporã foi expulso com 3 minutos após receber o segundo amarelo depois de cometer uma falta dura. No primeiro tempo, ele havia recebido por reclamação. Em vantagem numérica em campo, o Amazonas passou a dominar o Remo e pressionava.Henrique Vigia e Nathan também ganharam cartões. O goleiro Marcelo Rangel fez uma grande defesa aos 14 minutos, após Jô girar e chutar no cantinho. Com um a menos, o Clube de Periçá apenas recuava e esperava uma oportunidade para sair no contra-ataque.O Amazonas seguia em cima e só chegava em Marcelo Rangel com chutes de fora da área. A Onça tentava muitas bolas na área, mas a defensiva azulina ia se dando melhor. Aos 28, em um rápido contra-ataque e uma bela triangulação, Nathan chutou por cima do gol de Edson Mardden.A pressão seguia e Marcelo Rangel começou um duelo contra particular contra o ataque do Amazonas. Próximo Jogo:O jogo da volta acontece no próximo sábado (23), na Arena da Floresta, às 18 horas. O Leão Azul joga pelo empate, enquanto que a Onça Pintada precisa vencer por mais de um gol de diferença. Caso vença por um, teremos disputa nos pênaltis.

Compartilhe

Descrição da imagem

Mais Acessadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Descrição da imagem