25 C
Belém
sexta-feira, julho 19, 2024
Descrição da imagem

Racheal: jogadora da Zâmbia se torna a mais cara da história

Date:

Descrição da imagem

Já é seguro que o futebol feminino está em crescimento, ganhando mais repercussão e espaço no cenário esportivo, em geral. Com isso, a evolução é nítida, e os clubes investem cada vez mais.Outro ponto que mudou é que o futebol feminino revela nomes promissores a cada dia e atrai palpites em plataformas como a Mr. Jack Bet App, pois as empresas do segmento também focam na modalidade.Na última janela de transferências, um novo recorde foi quebrado. Nascida em Zâmbia, a jogadora Racheal Kundananji se tornou a mais cara da história do futebol feminino, após trocar o futebol espanhol pelo americano.Dessa forma, a atleta saiu do Real Madrid, da Espanha, para o Bay FC, dos Estados Unidos, por 735 mil euros (cerca R$ 3,89 milhões), de acordo com informações da ESPN.Aos 23 anos, Racheal Kundananji agora tem contrato com o Bay FC até 2027, com a possibilidade de renovação por mais um. Em sua carreira ela já passou por clubes no seu país, Cazaquistão e chegou até o Eibar, da Espanha.Lá, se destacou com oito gols em 21 jogos sendo vendida ao Real Madrid. No gigante espanhol foram 33 gols em 43 partidas, melhorando o seu nível. Além disso, ela também participou da última Copa do Mundo pelo seu país, com direito a um gol.Já são 10 gols em 18 jogos pela Zâmbia, mesmo adaptando a sua posição, já que saiu do ataque central, para jogar nas beiradas do campo. Essa é a função que deve fazer no seu novo clube.As jogadoras mais caras da históriaA transferência de Racheal Kundananji para o Bay FC foi a mais cara da história do futebol feminino. Curiosamente, o feito já havia sido quebrado em 2024, em janeiro. Confira o Top 5!1.  Racheal Kundananji (ZAM), do Madrid CFF para o Bay FC por 805 mil euros, em 20242.  Mayra Ramírez (COL), do Levante para o Chelsea, por 500 mil euros, em 20243.  Keira Walsh (ING), do Manchester City para o Barcelona por 460 mil euros, em 20224.  Pernille Harder (DIN), do Wolfsburg para o Chelsea por 350 mil euros, em 20205.  Samantha Kerr (AUS), do Chicado Red Stars para o Chelsea por 300 mil euros, em 2019Aposte em jogos do futebol femininoO Brasil ainda não tem regulamentação para as apostas, mas permite a operação online desde 2018, sem infringir a lei, desde que para maiores de idade. Dessa forma, para apostar em jogos do futebol feminino basta optar por uma empresa regularizada fora do país, que tenha cobertura completa da modalidade.Após isso, crie a sua conta, coloque saldo e pronto, estará apto. Faça boas análises das equipes e, apenas com convicção, monte o seu bilhete. Aposte com muita responsabilidade.

Compartilhe

Descrição da imagem

Mais Acessadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Descrição da imagem