9.1 C
Londres
domingo, abril 14, 2024
Descrição da imagem

Paysandu quer manter pegada nas “4 finais” contra o Remo

Date:

Descrição da imagem

Na próxima quarta-feira (3), às 20 horas, o Mangueirão será palco de mais um emocionante clássico entre Paysandu e Clube do Remo, válido pelo jogo de ida da semifinal da Copa Verde 2024. A partida será a primeira de uma série de quatro decisões envolvendo os dois gigantes do futebol paraense, que também disputarão o título do Parazão 2024.No lado bicolor, especialmente após a goleada por 4 a 0 sobre o Águia de Marabá no último sábado (30), na Curuzu, que garantiu uma vaga na final do torneio estadual, o pensamento do técnico Hélio dos Anjos e do elenco alviceleste gira em torno do ditado popular “em time que está ganhando, não se mexe”.CONTEÚDO RELACIONADOCom futuro incerto, Matheus Nogueira quer ficar no PaysanduEficaz e eficiente, Paysandu consolida vaga na decisãoLucas Maia comemora primeiro gol pelo PaysanduPor essa razão, os jogadores bicolores expressam confiança em manter o ritmo e a boa fase para garantir a vaga na decisão do torneio regional e o título estadual diante do maior rival.Quer saber mais notícias do Paysandu? Acesse nosso canal no WhatsApp.De acordo com o volante Leandro Vilela, que marcou um gol na vitória sobre o Águia de Marabá, o comportamento da equipe deve ser o de encarar os próximos compromissos com o foco em manter a evolução técnica e tática.“É importante chegar à grande final, era o nosso primeiro objetivo, mas não podemos parar por aqui. Temos aspectos que precisam ser melhorados até porque os jogos terão mais intensidade, mais difíceis e precisamos estar fortes”, ressaltou o jogador.PÉS NO CHÃO NA CURUZUEntre os protagonistas, o lateral-direito Edilson, que superou uma virose, expressou sua gratidão pela recuperação e reiterou seu compromisso em auxiliar a equipe.“Tenho de agradecer a Deus por ter me recuperado e voltando muito bem. Estive muito ruim, mas já estou recuperado para ajudar a equipe”, declarou o jogador, que quando questionado sobre o desafio de enfrentar o arquirrival Clube do Remo na sequência de clássicos decisivos foi enfático: “Quem joga no Paysandu não pode escolher adversário e quem quer ser campeão também não pode escolher adversário”.VEJA MAIS:

Descrição da imagem

Compartilhe

Descrição da imagem

Mais Acessadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here