25 C
Belém
sexta-feira, junho 21, 2024
Descrição da imagem

La Liga fará denúncia por cantos racistas contra Vini Junior

Date:

Descrição da imagem

Mesmo ausente do gramado, o nome do atacante Vinicius Junior segue falado no futebol espanhol. Mais uma vez, o atleta do Real Madrid e da seleção foi alvo de ataques racistas.A La Liga, responsável pela organização do Campeonato Espanhol, irá denunciar perante a Procuradoria de Combate ao Ódio os cânticos racistas da torcida do Atlético de Madrid dirigidos ao atacante brasileiro Vinicius Junior em partida na quarta-feira (13) contra a Inter de Milão pela Liga dos Campeões.Durante duelo válido pelas oitavas de final da competição continental, torcedores do rival do Real Madrid foram flagrados nos arredores do Estádio Metropolitano, na capital espanhola, chamando o jogador da seleção brasileira de ‘chimpanzé’. O jogo terminou com a vitória do time madrileno na disputa por pênaltis.CONTEÚDO RELACIONADOFidélis se pronuncia após caso de racismo no Parazão 2024Racistas não passarão no futebol paraenseTorcedor do Águia é preso por racismo no jogo contra o Caeté”A La Liga está muito empenhada em fazer do futebol um espaço livre de ódio e continuará combatendo implacavelmente qualquer atitude de racismo, homofobia, violência, ódio, seja qual for a competição”, destacou a responsável pelo Campeonato Espanhol em comunicado.Por meio das redes sociais, Vinicius Junior cobrou uma punição aos torcedores. “É uma triste realidade que passa até nos jogos que eu não estou presente”, escreveu o atleta na publicação.Atuando desde 2018 pelo Real Madrid, o jogador brasileiro revelado pelo Flamengo tem sido obrigado a conviver com frequentes ofensas racistas —desde comentários preconceituosos em programas esportivos até os gritos de “macaco” proferidos por torcidas adversárias, passando pela simulação de enforcamento de um boneco com a camisa do craque.Quer saber mais de esporte? Acesse o canal do DOL no WhatsappEle chegou a ser expulso durante confronto com o Valencia, no estádio Mestalla, em maio de 2023, depois de uma confusão iniciada após insultos racistas proferidos por torcedores do time adversário.Em mensagem nas redes sociais após o jogo no ano passado, o atacante afirmou que o racismo “é normal” no Campeonato Espanhol e sinalizou que poderia deixar a Espanha em decorrência desses episódios.”Não foi a primeira vez, nem a segunda, nem a terceira. O racismo é o normal na LaLiga. A competição acha normal, a federação, também, e os adversários incentivam”, escreveu na ocasião.Pressionada pela reincidência dos casos de racismo nos estádios, a La Liga anunciou em agosto passado, no início da temporada 2023/24, medidas de combate à discriminação e ferramentas para facilitar denúncias.A principal ação, no entanto, foi a mera criação de uma nova plataforma, chamada LaLiga vs Racismo. No site laligavsracismo.com, a entidade publica medidas educativas e preventivas contra comportamentos violentos ou discriminatórios.A plataforma também oferece acesso direto ao canal de denúncias da LaLiga para que o público possa fornecer informações relacionadas a quaisquer atos de ódio ocorridos dentro ou fora dos estádios.E MAIS 

  

 

Compartilhe

Descrição da imagem

Mais Acessadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Descrição da imagem