12 C
Londres
sexta-feira, abril 19, 2024
Descrição da imagem

Ex-atacante do Boca Juniors revela sofrer de depressão

Date:

Descrição da imagem

A depressão é uma doença que vem causando atenção em todo mundo. Estima-se que 300 milhões de pessoas, de várias partes do mundo e de todas as idades sofram com este transtorno, que não escolhe classe social ou condição financeira para tal. O ex-atacante Dani Osvaldo, com passagens marcantes pelo futebol italiano e argentino, revelou drama pessoal de saúde mental.Osvaldo declarou que lida com depressão “muito grande”. O ex-atleta optou por utilizar as redes sociais para publicar um vídeo detalhando ao público as questões pelas quais vem passando.CONTEÚDO RELACIONADOSidney Sampaio quebra o silêncio e fala sobre queda de hotelAnderson Torres tem piora e defesa pede ajuda psicológicaDepressão e agressões: o perfil do aluno que atacou escola”Acho que chegou o momento (de compartilhar seu estado com o público), porque estou bastante desesperado e não estou passando bem”, disse o ex-jogador. “Estou num momento em que a minha vida está escapando das minhas mãos”.O argentino contou que o quadro depressivo levou-o a vícios em álcool e drogas. Osvaldo relatou que por vezes não consegue controlar impulsos autodestrutivos e acaba recorrendo a substâncias que contribuem para “destruir” a conexão com as pessoas ao seu redor.”Vivo praticamente trancado em casa, não saio para nada, não faço nada produtivo na minha vida. Não tenho vontade de sair da cama, nem de ir ao banheiro às vezes”, afirmou. Quer saber mais de esporte? Acesse o canal do DOL no WhatsappOsvaldo relembrou o período como jogador e diz não entender como ocorreu o processo que culminou na depressão. O ex-atleta ainda compartilhou que corre risco de passar por dificuldades financeiras, já que suas economias estão acabando e ele não possui um emprego fixo.”No passado eu fui um jogador de futebol de elite, e uma pessoa completamente diferente., cheia de segurança e confiança. Hoje sou uma pessoa que não reconheço”, disse o ex-atacante. “O dinheiro não dura para sempre. Mas isso é o de menos, porque o dinheiro nunca me interessou. Eu nasci pobre e posso morrer pobre. Mas o que me dói é que estou empobrecendo na alma”.O ex-atleta disse que passa por tratamento psicológico para tentar reverter o quadro. Segundo o próprio, a ideia de se abrir sobre a depressão, apesar de “muito difícil”, surgiu como uma forma de incentivar pessoas que atravessem situação parecida a buscarem ajuda.A CARREIRA DE OSVALDONascido em Buenos Aires, ‘Dani’ Osvaldo saiu cedo para o futebol italiano. O atacante revelado no Huracán partiu para a Atalanta aos 19 anos, em 2005. Seu período em Bergamo foi curto, mas ele obteve destaque no futebol italiano.Osvaldo atuou por Roma, Juventus, Inter de Milão, Bologna, Fiorentina e Lecce. Seu período mais artilheiro foi no clube da capital italiana, pelo qual fez 28 gols em 57 partidas durante 2011 e 2013. Longe da ‘Terra da Bota’, Dani jogou em outros três países europeus: Espanha (Espanyol), Inglaterra (Southampton) e Portugal (Porto).Seu desempenho no futebol italiano credenciou-o à naturalização para defender a Azzurra. Osvaldo tem 14 jogos e quatro gols com a camisa da seleção.Osvaldo teve curta mas marcante passagem pelo Boca Juniors. Emprestado pelo Southampton, disputou 14 partidas pelos Xeneizes em 2015 e anotou sete gols, três deles na Libertadores. Ele retornou a Buenos Aires no ano seguinte, dessa vez em definitivo, mas só entrou em campo seis vezes —rescindiu contrato após brigar com o então técnico Guillermo Schelotto.O atacante se aposentou do futebol em 2016 para focar em carreira musical no rock. Osvaldo chegou a retornar ao esporte quatro anos depois, no Banfield —clube pelo qual atuou antes de se tornar profissional—, mas só entrou em campo duas vezes.E MAIS 

  

 

Descrição da imagem

Compartilhe

Descrição da imagem

Mais Acessadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here