12 C
Londres
sexta-feira, abril 19, 2024
Descrição da imagem

Copa do Brasil: Paysandu mira milhões e duelo com gigantes

Date:

Descrição da imagem

Dos onze jogos disputados até aqui pelo Paysandu na temporada – Parazão, Copa do Brasil e Copa Verde – nenhum deles teve a importância que o de amanhã (13) à noite, contra o Juventude-RS, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, valendo pela 2ª fase da Copa do Brasil. O Papão entra em campo, às 21h30, correndo atrás da classificação à próxima etapa do torneio e, principalmente, da premiação milionária de pouco mais de R$ 2.2 milhões. Valor que serve, sem dúvida, para engordar o rendimento do clube dentro da competição, que já é de R$ 2,78 milhões e poderá chegar a quase R$ 5 milhões neste começo do torneio. CONTEÚDO RELACIONADOVai nevar? Veja a previsão do tempo pra Juventude x PaysanduPaysandu chega a Caxias do Sul em busca de R$ 2,205 milhõesPaysandu: com o tubarão fisgado, hora de encarar o JuventudeNão bastasse a bolada em jogo nos 90 minutos da partida no Rio Grande do Sul, o Paysandu tem a possibilidade de enfrentar, na 3ª fase da Copa, uma equipe de ponta do futebol brasileiro, como São Paulo-SP, Fluminense-RJ, Palmeiras-SP, Grêmio-RS, Flamengo-RJ, Botafogo-RJ, Atlético-MG ou Vasco-RJ, entre outros. Quer saber mais notícias do Paysandu? Acesse nosso canal no WhatsApp.O eventual embate com uma das equipes da chamada elite do futebol brasileiro representa forte possibilidade de casa cheia na partida, que, neste caso, aconteceria no Mangueirão.PREMIAÇÃO ATRAENTEDos clubes paraenses na disputa – Clube do Remo, já eliminado, Águia de Marabá e o próprio Paysandu -, a equipe bicolor, por estar incluída na Série B do Brasileiro foi quem recebeu a maior cota só pela participação embolsou a soma de R$ 1.312,5 milhão. Por ter despachado o Jí-Paraná-RO, na 1ª fase, os bicolores voltaram de Rondônia trazendo na bagagem o Pix de R$ 1,47 milhão, num total de R$ 2.782.500,00. Se o Parazão e a Copa Verde, principalmente, não chegam a oferecer premiação tão encantadora, a Copa BR tem como principal atrativo, justamente as boas cotas que paga aos clubes participantes, alguns deles com faturamento capaz de bancar a folha de pagamento de seus elencos por alguns meses. Casos, por exemplo, do Sousa-PB, que despachou o Cruzeiro-MG, e do Porto Velho-RO, que surpreendeu o Clube do Remo. Duas grandes zebras do torneio, que tem nos resultados surpreendentes, outro atrativo ao torcedor. VEJA MAIS: 

Descrição da imagem

Compartilhe

Descrição da imagem

Mais Acessadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here