25 C
Belém
segunda-feira, julho 22, 2024
Descrição da imagem

Clube do Remo é punido por invasão e gritos homofóbicos

Date:

Descrição da imagem

O primeiro Re-Pa da final do Campeonato Paraense de 2024, disputado no dia 7 de abril deste ano, foi palco de episódios tumultuados envolvendo membros da diretoria e jogadores do Clube do Remo. Durante o clássico contra o Paysandu, que terminou com uma derrota de 2 a 0 diante do arquirrival, a arbitragem de Braulio da Silva Machado foi alvo de duras críticas por parte do Leão Azul, especialmente após três de seus jogadores terem sido expulsos.A situação se agravou quando Sérgio Papellin, executivo de futebol do Clube do Remo, invadiu o campo para confrontar o árbitro de forma agressiva durante a revisão de um lance no VAR. A tensão culminou no final do clássico, quando um carrinho de Leandro Vilela em Raimar desencadeou uma briga generalizada entre os jogadores, levando à expulsão de Vilela e intensificando ainda mais o clima de animosidade.CONTEÚDO RELACIONADOConselheiro pede afastamento de Tonhão do Clube do RemoPedro Vitor tem esperança em novo momento do Clube do RemoManto Fundador: raízes inglesas e homenagem ao Grupo do RemoNa última terça-feira (28), o Tribunal de Justiça Desportiva do Pará (TJD-PA) condenou o Clube do Remo devido à invasão de campo protagonizada pelo executivo de futebol Sérgio Papellin e aos gritos homofóbicos da torcida no tumultuado clássico Re-Pa, válido pelas finais do Parazão.Quer saber mais notícias do Clube do Remo? Acesse nosso canal no WhatsApp.Na ocasião, durante a revisão de um lance no VAR, Sérgio Papellin foi flagrado invadindo o campo e abordando o árbitro Braulio da Silva Machado, acusando-o de “ladrão, vagabundo, safado”. Como resultado, o Remo foi condenado a pagar o equivalente a 30 salários mínimos, sendo 15 pela invasão de campo e 15 pelos gritos homofóbicos. Além disso, Papellin recebeu uma suspensão de 15 dias.

Os jogadores Nathan, Paulinho Curuá e Leandro Vilela, que foram expulsos durante o clássico, também foram julgados. Nathan foi advertido, Paulinho Curuá fez um acordo de transação e deverá doar cinco cestas básicas em até 15 dias, e Leandro Vilela foi suspenso por dois jogos.
VEJA MAIS:

Compartilhe

Descrição da imagem

Mais Acessadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Descrição da imagem