25 C
Belém
sexta-feira, julho 19, 2024
Descrição da imagem

Agonia e vitória levam o Clube do Remo à final do Parazão 

Date:

Descrição da imagem

Agonia e vitória: palavras que andam lado a lado e que nos últimos dias foram celebradas com a Paixão de Cristo e a ressureição. Em plena Páscoa, o Clube do Remo teve um jogo com tempos distintos que podem se encaixar perfeitamente neste contexto.A vitória diante da Tuna Luso por 2 a 0, neste domingo (31), no estádio Mangueirão coloca o Remo na final do Campeonato Paraense 2024 contra o arquirrival Paysandu, mas quem pensa que o jogo foi fácil se enganou.

Assim como nos últimos jogos, o Remo foi apático, sem sangue e nervoso no primeiro tempo: um festival de passes errados e finalizações sem direção ao gol, porém o mérito é da defesa azulina que se mostrou compacta e não deixando a Tuna chegar no primeiro tempo.CONTEÚDO RELACIONADOPaysandu e Remo podem se enfrentar quatro vezes em 12 diasDefinidas datas do Re-Pa da semifinal da Copa Verde 2024Dupla não joga primeiro Re-Pa da Copa Verde 2024Mesmo com 40% de posse de bola no jogo, o Remo viu o perigo na primeira metade do segundo tempo, com a Tuna levando perigo nas bolas aéreas e dando trabalho ao goleiro Marcelo Rangel. Em escanteios, a Tuna teve oito contra apenas três do Leão.As mudanças de Gustavo Morínigo deram certo: Ronald entrou e serviu Ytalo, que também entrou no segundo tempo. Assim como na quinta-feira (28), o jogador estava na hora certa e no lugar certo causando alívio remista com o gol. O Remo poderia ter aumentado o placar com chances do próprio Ytalo e também Echaporã, mas quis o destino que dois jogadores pudessem ser decisivos para o time: Pedro Vitor, que voltou de lesão fez o seu papel de garçom e serviu Jaderson, o motorzinho do Baenão que deu números finais ao jogo com uma falha da Tuna.Quer saber mais do Clube do Remo? Acesse o canal do DOL no WhatsappEm tese, o Remo soube segurar a pressão e sofrer para chegar à final. Daqui até o dia 14 de abril serão quatro jogos contra o Paysandu pela Copa Verde e pelo próprio Parazão. O time precisa estar mais do que nunca aguerrido para mostrar ao torcedor que a recuperação do time se transformou em vitórias sobre o tradicional rival.ESTATÍSTICASPOSSE DE BOLA: Remo (40%) X Tuna (60%)CHUTE PARA FORA: Remo (6) X Tuna (11)CHUTE NO GOL: Remo (6) X Tuna (3)ESCANTEIOS: Remo (3) x Tuna (8)ATAQUE: Remo (64) X Tuna (80)E MAIS

Compartilhe

Descrição da imagem

Mais Acessadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Descrição da imagem