14 C
Londres
segunda-feira, maio 20, 2024
Descrição da imagem

Empresas devem abrir quase 500 mil vagas temporárias

Date:

Descrição da imagem

Segundo a Associação Brasileira do Trabalho Temporário (ASSERTEM), cerca de 500 mil vagas temporárias são previstas para o 2º trimestre deste ano. As contratações temporárias devem ser puxadas pelos setores da Indústria (45%), Serviço (35%) e Comércio (15%).Ainda de acordo com a associação, nos meses de janeiro, fevereiro e março de 2024, foram geradas aproximadamente 780 mil vagas temporárias, um aumento de 6% em relação ao mesmo período de 2023.NOTÍCIAS RELACIONADAS:Prefeitura do sudeste do Pará abre PSS com 607 vagas Vale abre vagas a recém-formadas no Pará e outros estadosMinistério da saúde prorrogada inscrições para 300 vagasA diretora regional da ASSERTEM, Cilene Campelo, destaca que as datas comemorativas neste período, como o Dia das Mães, celebrado em maio, costumam movimentar bastante a abertura de vagas temporárias, principalmente no setor de Comércio. Campelo ainda destaca que a previsão de abertura das 500 mil vagas temporárias, foi realizada de forma cautelosa, já que os empresários continuam com o pé no freio em relação à economia do país.Contudo, ela explica que o contrato de Trabalho Temporário, previsto na Lei Federal 6.019/74, tem sido muito importante para o mercado e empresas por sua agilidade, flexibilidade e, principalmente, legalidade na contratação de pessoas.Quer ler mais notícias sobre concursos e empregos? Acesse o nosso canal no WhatsApp!“A abertura de vagas temporárias é uma espécie de termômetro, quando há aumento na quantidade ofertada, sente-se que o mercado vai aquecer. Percebemos que as empresas estão cautelosas, mas identifica-se que o trabalho temporário tem sido uma grande ajuda para quem quer se recolocar no mercado porque passa a ser uma janela de oportunidades”, diz.Cilene Campelo pontua ainda que a estimativa de efetivação do trabalhador temporário para o quadro de funcionários da empresa contratante, após o término do prazo mais comum que é de 180 dias, é de 23%. “Aí eles nem precisam passar pelo período de experiência, e ganham os dois lados, a empresa que busca um bom perfil e o trabalhador em busca de uma oportunidade”.COMÉRCIOEm uma loja de importados situada na rua Treze de Maio, no Centro Comercial da capital, que será inaugurada no próximo sábado (26), recentemente foram contratados 12 trabalhadores temporários. Segundo a vendedora Kettley Melo, 22 anos, ainda existem 3 vagas a serem preenchidas. “Não priorizamos pessoas com experiência, contratamos muitas pessoas sem experiência e que, caso se adaptem ao trabalho, serão efetivadas ao final do contrato”, comentou.

No mesmo perímetro, em outra loja, a gerente Heloísa Fonseca, 38, afirma que por conta da proximidade do Dia das Mães, mais três vagas estão em aberto. “Nós já trabalhamos com 36 funcionários, e estamos dando oportunidades para quem quer trabalhar mesmo sem experiência, não fazemos diferença por idade também. Quem entra temporariamente geralmente fica”, explica.Por outro lado, estar qualificado para aproveitar as oportunidades também é necessário. Em uma ótica, a proprietária Nazaré Socorro das Neves, 60 anos, afirma que está atrás de pessoas experientes na área e confessa enfrentar dificuldades para encontrá-las. “Nós queremos contratar efetivamente, mas a pessoa precisa ter conhecimento técnico para ler as receitas. Mas estamos aguardando a contratação”.

Descrição da imagem

Compartilhe

Descrição da imagem

Mais Acessadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here